...

...
...

segunda-feira, 6 de novembro de 2017

O Ano Litúrgico


Objetivos:
  • Entender o que é Ano Litúrgico, quando começa e como é dividido .
  • Conhecer e compreender o significado das cores usadas em cada tempo litúrgico da Igreja.

1. Acolhida e oração inicial:
  • Receber a turma com alegria.
  • Silenciar a turma para rezar. Fazer o sinal da cruz.
  • Vamos fazer silêncio, fechar os olhos e rezar a Deus. Vamos pedir por nós mesmos em primeiro lugar, para que o nosso coração seja livre para o amor; para que nossas mãos sejam fortes para amparar; para que nossa mente seja lúcida para discernir os caminhos (silêncio). E vamos rezar também uns pelos outros. Vamos colocar a mão no ombro do nosso companheiro e rezar por ele, pedindo que Deus o fortaleça e anime para sempre.
  • Repetir a seguinte prece com o catequista: "Ó Deus de amor, nós te agradecemos pela vida de cada irmão que participa de nossa catequese. Nós te pedimos que cada um de nós tenha tua força e tua luz ao longo da jornada. Derrama sobre esse irmão o teu Espírito Santo, que nos capacita a seguir Jesus. Nós contamos com tua ajuda e tua força. Amém!
  • Cantar a música número 18 do CD do livro, ou outra à escolha.
(Do livro "Somos Igreja", do Padre Orione Silva e de Solange Maria do Carmo).


2. Motivação:

Estamos no mês de novembro... No dia 27 a Igreja comemora o dia de Nossa Senhora das Graças, padroeira de nossa Paróquia.

E no mês de dezembro festejamos um acontecimento muito, muito importante! Alguém sabe me dizer o que vamos comemorar e em que dia? Sim, o Natal... No dia 25 de dezembro! É uma data comemorada com muita alegria, pois é a festa do nascimento do Salvador. 

Na Igreja, o Natal tem um tempo de preparação, que é o Advento.  No Ano Litúrgico, o Advento é um tempo de preparação para a segunda maior festa cristã: o Natal do Senhor. O Advento começa quatro domingos antes do Natal e termina no dia 24 de dezembro. A palavra “advento” tem origem latina e significa “chegada”, “aproximação”, “vinda”. 

O próximo Ano Litúrgico terá início no dia 3 de dezembro próximo. Agora vamos entender o que é o Ano Litúrgico e como ele é organizado.


3. Desenvolvendo o tema:



Obs: A  ideia da dinâmica e o relógio litúrgico eu copiei do Blog Catequizando com Amor.


  • Material necessário: Calendário, relógio e o calendário litúrgico.
  • Sentar com as crianças em círculo, fazendo uma grande roda de conversa.
Mostrei para as crianças o relógio e perguntei para que serve (para marcar o tempo). No relógio podemos olhar as horas e organizar o nosso tempo de forma a darmos conta de tudo durante o dia. Quantas horas tem um dia? (24 horas). Então, Deus nos deu 24 horas para podermos fazer várias coisas: estudar, brincar, dormir, passear e também não podemos esquecer de reservar tempo para o Senhor nestas 24 horas. Na Bíblia está escrito há tempo para tudo!

Os dias, as semanas, os meses e o ano são organizados onde? (Mostrei o calendário). O calendário nos mostra os dias, os meses, o ano. Temos 365 dias para sermos felizes. Durante todo ano acontece também muitos fatos importantes na nossa vida, muitas coisas alegres e algumas tristes. Temos 01 ano, com 12 meses e cada mês com 28, 30 e 31 dias para vivermos lembrando que Deus nos ama e que nascemos para sermos felizes, verdadeiros vencedores.

Mas eu quero apresentar para vocês um outro calendário que organiza também o tempo, o ano (mostrei o calendário litúrgico). Este é o calendário litúrgico e ele organiza o Ano litúrgico.

O Ano Litúrgico é o "Calendário Religioso". Contém as datas dos acontecimentos da História da Salvação. Não coincide com o ano civil, que começa no dia primeiro de janeiro e termina no dia 31 de dezembro. O Ano Litúrgico começa e termina quatro semanas antes do Natal.

No decorrer de um ano a Igreja celebra todos os acontecimentos da vida de Cristo: Desde quando Maria ficou sabendo que seria a mãe do Salvador, nascimento, vida pública, paixão, morte, ressurreição e a sua subida para o céu.

O calendário civil nos mostra que temos 365 dias e no calendário litúrgico quantos dias temos? Temos os mesmos 365 dias, mas a diferença é que o ano civil começa em janeiro e o ano litúrgico começa no finalzinho de novembro ou início de dezembro, com a festa do advento (preparação do natal). (Momento de explorar o calendário, mostrando para os catequizandos a sequência dos tempos litúrgicos, quando começa e termina o ano litúrgico).

Mas que forma tem este calendário? (Circular, forma de círculo). Traçando vários círculos no ar, a gente percebe que o círculo sempre continua, sempre repete o mesmo movimento. No ano litúrgico, a cada ano celebramos o mesmos fatos da vida de Cristo, mas sempre de maneira diferente, pois a cada ano vamos aprendendo mais de Jesus e vamos ficando mais parecidos com Ele.

Quem está no centro deste calendário? É Jesus Cristo, pois cada acontecimento da vida de Cristo traz uma graça própria e nos ajuda a sermos como Ele é: bom, humilde, alegre, a perdoarmos a quem nos ofende etc.

Em seguida, distribuí para cada catequizando uma folha de atividades, onde vimos que conforme o tempo, os paramentos ou vestes da Igreja, como toalhas de mesa, do ambão, da mesa da Palavra e a estola do padre, têm uma cor própria, que simboliza o sentido de cada aspecto celebrado.
Conclusão:

Este calendário litúrgico vai acompanhar a Catequese durante todo o ano. A cada mudança de tempo e a cada festa importante na Igreja, vamos ver no calendário, para observar o símbolo do tempo, a cor, que fato da vida de Cristo é ressaltado no tempo litúrgico e a atitude que a devemos ter nesse tempo litúrgico.

O Ano Litúrgico tem o seu valor pedagógico e catequético. A nossa capacidade humana é limitada e não nos permite penetrar de uma só vez em toda riqueza da obra de Cristo; então, a sua repetição nos ajuda a penetrar no mistério de Deus feito homem.


4. Oração final e encerramento:
  • Encerramos o nosso encontro rezando: "Jesus, eu quero viver bem este ano de preparação para a minha Primeira Eucaristia. Que eu possa entender e vivenciar cada tempo do Ano Litúrgico com muito amor e respeito. Amém!"

ATIVIDADES

(1ª página copiada do Blog Catequizando Crianças)



(frente)
(verso)





ALGUNS MOMENTOS DO NOSSO ENCONTRO















































































domingo, 29 de outubro de 2017

Encontro - Encerramento do Mês Missionário



E hoje o nosso encontro foi na praça... 

Iniciamos o nosso encontro ouvindo a música "Missão em Meu Coração", da Tia Josi. Terminada a música, pedi que observassem o ambiente que preparamos... Provoquei para que falassem sobre o que viam. Depois de ouvir o que falaram, apresentei o tema da Campanha Missionária desse ano: "A alegria do Evangelho para uma Igreja em saída". Este tema foi escolhido pelas Pontifícias Obras Missionárias (POM) para a Campanha Missionária de 2017. Tudo em sintonia com os ensinamentos do Papa Francisco quando afirma: "A alegria do Evangelho enche o coração e a vida inteira daqueles que se encontraram com Jesus (EG 1). Essa alegria precisa ser anunciada pela Igreja que caminha unida, em todos os tempos e lugares, e em perspectiva ad gentes. Por isso o lema: "Juntos na missão permanente." 

Destaquei Pedro como um missionário da Bíblia. Resumi a história de Pedro (era pescador, discípulo de Jesus, negou a Cristo, arrependeu-se, tornou-se um discípulo destemido; com uma única mensagem Pedro levou 3000 pessoas a aceitarem a Jesus; fez diversas viagens missionárias para falar de Cristo a outras pessoas). Pedro tornou-se missionário porque amava o Senhor e queria que todo mundo ouvisse sobre o amor de Deus. Lembramos também da história de São Francisco de Assis, outro santo que é um grande exemplo de discípulo e missionário, assunto do nosso último encontro.

Mostrei às crianças os chinelinhos, dizendo-lhes que eles representam cada um de nós, discípulos missionários de Jesus (no último encontro, falamos sobre o que é ser missionário).

Convidei-as a refletir sobre as nossas atitudes... Estamos sendo discípulos e missionários de Jesus? Estou amando a Deus em primeiro lugar e falando Dele com amor para todos, ou tenho vergonha de demonstrar meu amor a Deus? Estou amando meus irmãos como Jesus me amou? Quem são meus irmãos?
Em seguida, identificamos os cinco continentes e falamos um pouco sobre cada um. Mostrei aos catequizandos o terço missionário e expliquei como deve ser rezado...


Hora de celebrar: 

  • Olhando para a realidade do Brasil, diante de tanta injustiça social, violência, desemprego, doenças, tragédias, catástrofes naturais, e uma lista sem fim de problemas e dificuldades, podemos ver uma multidão de irmãos que gritam por mais justiça, pedimos ao Senhor piedade, piedade de nós! 
  • Em nossa Comunidade, encontramos feições sofridas de pais, de mães, jovens e crianças... O amor de Deus por eles é infinito e por todos eles, Jesus deu a vida. Como seguidores de Cristo, queremos ser sinais visíveis deste amor de Deus entre eles. Nós te pedimos Senhor: Piedade, piedade de nós!
  • Em seguida, convidei os catequizados a rezar por cada continente, desejando a paz:

  1. Paz a você ÁFRICA! 
  2. Terra de um povo alegre. A tua cultura possa ser instrumento de evangelização.
  3. Paz a você AMÉRICA! Terra de entusiasmo! Que teus ideais de fraternidade construam uma Igreja Missionária!
  4. Paz a você EUROPA! Terra de antiga tradição cristã. Não canse de viver e defender os valores dos antepassados.
  5. Paz a você OCEANIA! Terra de muitas ilhas, povos e belezas. A tua Igreja, fundada por leigos, seja exemplo para o mundo.
  6. Paz a você ÁSIA! Terra de grande valores espirituais. Seja apóstolo destes mesmos valores.
Terminada a oração, motivei as crianças a escrever um desejo na florzinha de papel que entreguei para cada uma e colocassem o pedido na bacia de água que se encontrava aos pés de Nossa Senhora. Disse-lhes que se a florzinha abrisse, o pedido havia sido atendido. rsrs TODAS ABRIRAM! rsrs 

No final, lanchinho partilhado!

ALGUNS MOMENTOS DO NOSSO ENCONTRO