...

...
...

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

A Palavra de Deus é como a semente que o semeador saiu para semear...


Objetivos
  • Entender por que Jesus comparou a Palavra com a semente que o semeador saiu para semear.
  • Despertar no catequizando o interesse de ler a Bíblia;
  • Conhecer a parábola do semeador;
  • Entender por que Jesus comparou a Palavra com a semente que o semeador saiu para semear.

Ambiente:
  • Bíblia, vela,  flores, mesa forrada com toalha branca.

Recursos: 
  • Sementes, terra, areia, pedras, espinhos, pássaros, folhinhas, um bonsai (árvore em miniatura), frutinhos feitos de bolinhas de isopor.
  • Quatro pratinhos em formato de coração;
  • Sementes, terra, areia, pedras, espinhos, pássaros, folhinhas, um bonsai (árvore em miniatura), frutinhos feitos de bolinhas de isopor.


1. Acolhida e Oração Inicial:
  • Rezar a oração "Vinde Espírito Santo".
  • Acolher os catequizandos com alegria;
  • Cantar a música Palavra de Deus (CD Infantil Canção Nova)
  • Rezar a oração "Vinde Espírito Santo".
2. Motivação

Além da criação, Deus fala conosco na história e nos acontecimentos de nossa vida. Deus fala conosco também por meio de sua Palavra deixada nos livros da Bíblia. Deus fala conosco continuamente. Ele quer nos acompanhar em nossa vida, mas depende de nós ouvir a voz de Deus. Vamos falar hoje sobre isso, mas antes vou contar para vocês uma histórinha...

Seu Antônio enviou uma carta ao seu filho Zé, que foi viver em outra cidade para trabalhar. Mas, quando o carteiro lhe entregou a carta, Zé estava assistindo ao jogo de futebol na televisão. Deixou a carta sobre o armário e lá esqueceu. Ele só se lembrou de seu pai meses depois, quando ao arrumar o armário, encontrou a carta.

Assim mesmo acontece na nossa vida. Nós recebemos a carta de Deus, nosso Pai. Recebemos com alegria, mas os negócios da vida nos fazem guardá-la no armário. E a poeira toma conta e deixamos sem resposta a carta de Deus.

Isso mesmo! A Bíblia é também uma carta! Uma carta de amor de Deus aos homens. Por isso dizemos que a Bíblia é a Palavra de Deus, pois ela contém as principais mensagens que o Senhor quer nos ensinar.

Hoje vamos conhecer um pouco sobre essa Carta de Amor de Deus para nós...


3. Desenvolvendo o tema

A Palavra Bíblia vem do grego = (Bíblia-pl. de biblion = livros). Por isso não é um livro, mas uma coleção de livros (73) que nos revelam a mensagem de Deus.

A Bíblia é dividida em duas grandes partes: 

- Antigo Testamento - Conta a criação do mundo e a história do povo de Deus, antes do nascimento de Cristo. Contém 46 livros.

- Novo Testamento - Narra a vida de Jesus, dos apóstolos e o início da Igreja.

A Bíblia é uma Carta escrita por diversos autores, mas inspirada por Deus. Sendo assim, devemos lê-la sempre para saber o que Deus quer de nós.

A Bíblia não é como qualquer outro livro que nós lemos e deixamos de lado. A Bíblia é a Palavra de Deus. Por meio dela, Deus fala às pessoas. Quando nós lemos e ouvimos a Bíblia, devemos tentar colocá-la em prática. Na Carta de Tiago, que faz parte da Bíblia, lemos assim: "Sejam praticantes da Palavra, e não apenas ouvintes".

A Bíblia fala da história do povo que foi escolhido por Deus. A Bíblia nos ajuda a viver conforme o desejo de Deus. Ela nos orienta, nos ensina e nos mostra o caminho de Deus. A Bíblia é o livro mais lido e mais conhecido no mundo inteiro. 

Podemos fazer algumas comparações:
  • A Bíblia é como uma lâmpada: Quem ouve e lê a Palavra de Deus, será ajudado na sua caminhada de vida. O livro de Apocalipse chama Jesus "lâmpada de Jerusalém celeste" (Ap 21,23). Se você aceita a Palavra de Deus, ficará sendo luz de unidade para os outros.
  • A Bíblia é como a água pura: A água é fonte de vida. Sem água a terra fica deserta e seca. Deus criou a água para dar a vida. O homem bom é como a árvore que cresce perto da fonte (Sl 63,2).
  • A Bíblia é como a chuva: Quando a chuva cai sobre a terra, ela não volta sem deixar um sinal. Do mesmo modo a Palavra de Deus. Quando você deixa a Palavra de Deus entrar no seu coração, os seus sentimentos bons reflorescem. Você faz bem rezando: "Ó Deus, minha alma tem sede  de ti; minha carne te deseja com ardor, como a terra seca esgotada e sem água" (Sl 63,2).
  • A Bíblia é uma semente: Deus semeia a semente de sua Palavra no coração de cada um de nós. Deus não quer que a semente seja semeada e não cresça. Quando ouvimos a Palavra de Deus, ele quer que ela brote e aprofunde suas raízes. Vamos ver como Jesus nos explica isso? Vamos acolher a Palavra de Deus.

O catequista entroniza a Bíblia, passando na frente de cada catequizando para que coloquem a mão sobre ela e façam o sinal da cruz, enquanto cantam o refrão: 
"Eu vim para escutar, Tua Palavra, 
Tua Palavra, Tua Palavra de amor." 



4. Leitura: Lc 8, 4-15

Reunindo-se uma grande multidão e vindo a Jesus gente de várias cidades, ele contou esta parábola: "O semeador saiu a semear. Enquanto lançava a semente, parte dela caiu à beira do caminho; foi pisada, e as aves do céu a comeram. Parte dela caiu sobre pedras e, quando germinou, as plantas secaram, porque não havia umidade.
Outra parte caiu entre espinhos, que cresceram com ela e sufocaram as plantas.
Outra ainda caiu em boa terra. Cresceu e deu boa colheita, a cem por um". Tendo dito isso, exclamou: "Aquele que tem ouvidos para ouvir, ouça!"
Seus discípulos perguntaram-lhe o que significava aquela parábola.
Ele disse: "A vocês foi dado o conhecimento dos mistérios do Reino de Deus, mas aos outros falo por parábolas, para que ‘vendo, não vejam; e ouvindo, não entendam’.
"Este é o significado da parábola: A semente é a palavra de Deus.
As que caíram à beira do caminho são os que ouvem, e então vem o diabo e tira a palavra dos seus corações, para que não creiam e não sejam salvos.
As que caíram sobre as pedras são os que recebem a palavra com alegria quando a ouvem, mas não têm raiz. Crêem durante algum tempo, mas desistem na hora da provação.
As que caíram entre espinhos são os que ouvem, mas, ao seguirem seu caminho, são sufocados pelas preocupações, pelas riquezas e pelos prazeres desta vida, e não amadurecem.
Mas as que caíram em boa terra são os que, com coração bom e generoso, ouvem a palavra, a retêm e dão fruto, com perseverança".

    5. Atividades
    • Formar quatro grupos para montar dentro de cada coração (os pratinhos), cada situação apresentada na parábola (semente colocada à beira do caminho, entre as pedras, entre os espinhos e sobre a terra fértil).





    • Conversar com as crianças sobre a dinâmica. 


    Este é o significado da parábola: A semente é a palavra de Deus...










    As que caíram à beira do caminho são os que ouvem, e então vem o diabo e tira a palavra dos seus corações, para que não creiam e não sejam salvos.



    As que caíram sobre as pedras são os que recebem a palavra com alegria quando a ouvem, mas não têm raiz. Crêem durante algum tempo, mas desistem na hora da provação.



    As que caíram entre espinhos são os que ouvem, mas, ao seguirem seu caminho, são sufocados pelas preocupações, pelas riquezas e pelos prazeres desta vida, e não amadurecem.




    Mas as que caíram em boa terra são os que, com coração bom e generoso, ouvem a palavra, a retêm e dão fruto, com perseverança.




    A Palavra de Deus é como a semente que o semeador saiu para semear. Se nosso coração for terra boa, a Palavra de Deus cresce dentro dele e nós faremos sempre a vontade de Deus que é o amor a Ele, aos irmãos, a nós mesmos e ao mundo que ele criou.


    6. Oração Final e Encerramento
    • Todos juntos rezarão: "Meu Deus, a tua Palavra é luz no meu caminho. Derrama, Senhor, sobre mim a água do teu Santo Espírito, para que o meu coração se torne solo fértil, para que a tu Palavra nele semeada germine, crie raízes, cresça e produza muitos frutos. Obrigada, Senhor!"
    • Em seguida, rezar uma Ave-Maria.

    ALGUNS MOMENTOS DO NOSSO ENCONTRO

































































































    No final, mimos para os meus catequizandos...






































    Nenhum comentário:

    Postar um comentário